FANDOM


Eren, a razão pela qual você não pode salvar sua mãe é a falta de força. A razão pelo qual eu não enfrentei o Titã foi falta de coragem.
— Hannes para Eren

Hannes era capitão do Corpo Estacionário e também amigo de longa data da Família Jäger. Foi o responsável por salvar Mikasa e Eren de serem devorados pelo Titã Sorridente.

Aparência

Hannes era um homem alto e bem-distribuído, de cabelos loiros curtos, um fino bigode escuro e olhos castanhos dourados. Ele usava o uniforme típico do Corpo Estacionário, juntamente com uma camisa cinza gola v por baixo.

História

Do relato de Keith Shadis ao encontrar Grisha fora do Muro 20 anos antes da coroação de Historia Reiss, Hannes dizia que qualquer um que vagasse fora dos Muros era louco. Ele foi rebatido por Shadis que disse que havia estupidez equivalente a de beber em serviço. Hannes se simpatizou com Grisha devido a sua perda de memória e a sua situação culpando o abuso de álcool. Ele aparece mais tarde agradecendo Grisha profusamente pela recuperação da doença de sua esposa graças ao serviço médico prestado por ele; Uma dívida para com os Jägers que ele se propôs a pagar. Hannes também esteve presente no casamento de Grisha e Carla mais tarde.

Arcos

Queda de Shinanshina

Hannes é primeiro apresentado trabalhando bêbado na guarda das muralhas no Distrito de Shiganshina.Ele e seus colegas de guarnição são repreendidos por Eren por estarem naquela situação patética durante o cumprimento de seus deveres. Hannes no entanto, argumenta que por cem anos não houve nenhum ataque de titãs; mostrando-se relxado quanto a isso. Durante a quede da muralha Maria Hannes chega ao local junto com Eren e Mikasa e encontram a mãe de Eren presa sob os escombros de sua casa, que caiu devido ao ataque do Titã Colossal. Ela implora que ele leve Mikasa e Eren para longe dali enquanto um titã se aproxima. Hannes deseja salvá-la também, mas fica apavorado ante a aproximação daquele titã de aparência assustadoramente sorridente. Hannes pega Eren e Mikasa e os leva para longe dali, com um Eren desesperado porque Hannes não foi capaz de salvar sua mãe. Hannes acompanha Eren e Mikasa no barco que escapa do distrito e pouco depois participa na evacuação de Shiganshina. Ele tenta raciocinar com os outros membros da guarnição, dizendo que se eles fecharem o portão as pessoas fora dos muros serão devoradas, porém a outra argumenta que os Titãs invadirão a todo o distrito se não o fizerem. Hannes tenta parar o comando, mas o conflito é de curta duração com o Titã Encouraçado quebrando o portão de Shiganshina, Hannes assiste com horror o golpe sofrido pela humanidade.

104º Esquadrão de Recrutas

Hannes se encontra com Eren cinco anos mais tarde, que o cumprimenta por ter conseguido a promoção para capitão. Hannes diz a Eren que tinha uma dívida com sua família, pelo fato de seu pai ter curado sua esposa de uma doença grave e também outros cidadãos, desenvolvendo um anticorpo. Ele lamenta nunca ter conseguido pagar essa dívida.

Fúria dos Titãs

Hannes aparece mais uma vez, aparentemente, dando um relatório para Dot Pixis quando um membro da Guarnição aparece e informa que Muralha Rose foi violada. Ele é o comandante da guarnição da muralha Rose, saindo imediatamente para encontrar a brecha. Hannes está surpreso ao não encontrar nenhum sinal de uma brecha e, de fato, nenhum Titã perto do Muro. Depois de transmitir essa informação para Hanji Zoe, que fica igualmente surpresa, ele começa a sair. Hannes é incapaz de sair porque ele se envolve na batalha com o Titã Encouraçado que se revela e o Titã Colossal, ficando chocado, uma vez que testemunha Eren em sua forma de Titã pela primeira vez. Ele tenta alertar Eren sobre a queda do Titã Colossal, mas Eren reage tarde demais. No final da batalha, ele é um dos poucos oficiais comandantes que saem ilesos e ajuda a tranqüilizar o aflito Armim e Mikasa. Juntos, os três se lembram de suas vidas anteriormente pacíficas em Shiganshina e Hannes afirma seu desejo de voltar a tais tempos de paz. Junto com Erwin Smith e um comandante da Polícia Militar, ele ajuda a liderar a missão conjunta pelos três ramos militares para resgatar Eren. Quando chegam à Floresta do Titã, Hannes comanda suas forças e se une a quem se dirige para a floresta em busca dos traidores. Sua chegada é tarde demais, e ele rapidamente sai a cavalo em busca do Titã Encouraçado que foge. Ele jura que vai resgatar Eren, mesmo que lhe custe a vida.

À medida que o confronto se torna mais caótico, ele acaba separando-se de Armin e Mikasa. Ele mais tarde chega aos pés do Titã Encouraçado, e grita aos ex-membros do 104º que Erwin criou uma armadilha. Junto com eles, ele retira-se da horda de Titã que se aproxima e assiste com horror enquanto atacam os traidores. Depois que Eren é recuperado com sucesso, ele está entre os soldados que tentam fugir em segurança quando o Titã Encouraçado começa a atrair para eles outros titãs. Ele vem ao resgate de Eren e Mikasa, quando o mesmo Titã que matou sua mãe 5 anos antes os ataca mais uma vez. Ele proclama que sonhou com esse dia e promete matá-lo. No entanto, seus esforços são em última análise em vão e as duas crianças que ele uma vez resgatou são obrigados a assistir ele ser devorado pelo titã sorridente. No final da batalha, Eren, Mikasa e Armin lamentam sua morte enquanto eles se recordam de sua infância passada com ele.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória